terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Tarologando

A Tarologia é o estudo da estrutura simbólica e atributos dos 78 Arcanos que compõem o Jogo do Tarô: 22 Arcanos Maiores e 56 Arcanos Menores. É um oráculo de orientação e se aplica em nível divinatório, desenvolvendo um aprendizado, um questionamento pessoal sobre as atitudes e escolhas na vida. Representa equilíbrio, meditação, autoajuda, livre arbítrio e evolução espiritual. Tarô não é adivinhação, não é religião, não é baralho de cartomantes. Tarô é uma arte que requer estudo e aperfeiçoamento constante de seus intérpretes, qualquer pessoa interessada pode estudar e aprender essa linguagem simbólica, mas não se pode jogar Tarô sem o devido aprendizado e formação.

O Jogo do Tarô é eficaz para o momento presente, indicando os caminhos futuros e as posssibilidades de escolha para uma tomada de decisão em determinado problema, ressalvando que o livre arbítrio é um direito sagrado do ser humano.

O desenvolvimento da personalidade humana, através do significado das cartas do Tarô tem sido objeto de vários estudos psicológicos. Um dos mais importantes é de autoria do famoso psicanalista suíço Carl Gustav Jung, que explorou o inconsciente coletivo através de métodos não racionais, explorando os mistérios da vida e os paradoxos da existência humana, a qual ele afirmou se expressar pelo consciente e inconsciente. Jung considerou as cartas do Tarô como uma longa viagem ao nosso eu mais profundo e com isso ele somente enriqueceu o processo de autoconhecimento.

Nenhum comentário: